Connect with us

Destaque

ALTO PARAÍSO: FOTOS E VÍDEO, TRAJETO DO 3 ° PEDAL DIREITO DE VIVER.

Publicado há

-

Siga-nos

FACULDADE EAD UNOPAR ALTO PARAISO RO

FACULDADE EAD UNOPAR ALTO PARAISO RO

ZAP : 69-9-8431-2963

RUA PATRICIA MARINHO, 3547, CENTRO ALTO PARAISO RO.

PARAISO DA LIMPEZA

ELÉTRICA RURAL

DOAÇÃO Para HOSPITAL DE AMOR

Elétrica Rural

Zap (69) 98124-8358

ACIAP

Associação Comercial e Industrial de Alto Paraíso informa os novos horários de atendimento ao público:

Segunda a Sexta

de 8h às 12:30 horas e de 13:30 às 17h

Alo Paraiso Net – Avenida Jorge Teixeira, 3171- Zap 993267146- ao Lado do ponto de Taxi.

FACULDADE EAD UNOPAR EM ALTO PARAISO AGUARDEM

PM de Rondônia

Ariprev

Zap (69) 98124-8358

Aprosoja

Uma entidade representativa de classe, constituída pelos produtores de soja e milho do Estado de Rondônia.

No dia 30 de Novembro, nossa equipe Acompanhou todo o Trajeto do 3 º Pedal Direito de Viver, #Pedaladasquesalva , o evento tem por finalidade de arrecadar fundos para o Hospital do Amor de Porto Velho.

Vídeo e fotos do trajeto.


Acesse o Link para Mais Fotos https://www.facebook.com/redacaoaltoparaisonoticias/media_set?set=a.555537101965789&type=3

Compartilhe
Continue Lendo
Clique Para Comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe Seu Comentário

Destaque

INOVAÇÃO Câncer de mama poderá ser detectado pelo sangue

Publicado há

-

INOVAÇÃO

Câncer de mama poderá ser detectado pelo sangue

Hospital da Rede Ebserh/MEC integra a pesquisa que já teve a participação de 109 mulheres e pretende otimizar possíveis diagnósticos, além de ser menos invasivo

Uberlândia (MG) – Um projeto realizado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, vinculado à Rede Ebserh/MEC (HC-UFU/Ebserh), busca desenvolver um exame de sangue para detectar e monitorar o câncer de mama. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Ebserh é composta por uma rede de 40 hospitais universitários federais no país, voltados não somente para o atendimento à saúde, mas, principalmente, com apoio ao ensino, à pesquisa, à extensão e à inovação.

Através de um processo denominado biópsia líquida, essa tecnologia possibilitará diagnósticos mais rápidos e de forma menos invasiva. O procedimento pretende substituir o método tradicional e consiste em detectar proteínas específicas de câncer de mama no sangue de pacientes, possibilitando o diagnóstico antes que aconteça a metástase (quando células tumorais se espalham) e a diminuição na morbidade e mortalidade no Brasil em decorrência da doença.

O material coletado passa por uma centrífuga, que separa as suas partes, e por outro equipamento, chamado citômetro de fluxo, que as conta e classifica. Dessa forma, é possível identificar a presença ou ausência de células tumorais, bem como diferenciar o câncer de mama de um tumor benigno.

“Além de ser mais simples, esse método permite acompanhar a paciente ao longo do tempo. É possível verificar em diversos momentos, em tempo real, se a terapia está sendo eficaz, se o diagnóstico realmente é câncer de mama. E. também. se está respondendo à quimioterapia”, conta a pesquisadora Alinne Tatiane Faria Silva. “Nosso maior objetivo é fazer a diferença na vida das mulheres que sofrem com o câncer de mama e, também, ajudar a comunidade médica”, completa a orientadora de Alinne, Yara Cristina de Paiva Maia, coordenadora do projeto e do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina da UFU.

O projeto, que conta com uma bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), é realizado no Laboratório de Nanobiotecnologia da UFU. Já os testes acontecem no ambulatório de Mastologia do HC-UFU/Ebserh. Na primeira fase de análises, ocorrida de 2013 a 2016, participaram 87 mulheres, e, na segunda etapa, de 2019 a 2020, foram atendidas 22, totalizando 109 pacientes do HC-UFU/Ebserh no estudo.

O coordenador do ambulatório, Donizeti Santos, salientou a importância do ensino e da pesquisa no setor de saúde pública no Brasil. “Os hospitais universitários federais desempenham uma função única no sentido de contribuir, não só na formação de profissionais altamente qualificados no enfrentamento dos problemas de saúde prioritários da população brasileira, de forma interdisciplinar, mas também na garantia do acesso universal das pessoas a esse conhecimento através de sua integração com a rede SUS. Esses dois aspectos, alicerçados no ensino e na pesquisa, com desenvolvimento de novas tecnologias, procedimentos e terapias, contribuem com o desenvolvimento social e a soberania de uma nação”, afirma Santos.

Sobre a Rede Ebserh

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) é vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) desde maio de 2018. A Ebserh, criada em 2011, atualmente administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Os hospitais vinculados a universidades federais possuem características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh com informações do HC-UFU e Capes 

 

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

Edição 349 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia, Alto Paraíso, 14 casos, nas ultimas 24 horas

Publicado há

-

Exmo. Senhor Prefeito de Alto Paraiso Rondônia Senhor João Pavan, Vice Everaldo Gabaldo, #Usemascara

COVID-19

Edição 349 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

04 de março de 2021 | Governo do Estado de Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado.

Nesta quinta-feira (4) foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Casos confirmados – 154.111
Casos ativos – 15.527 (10,08%)
Pacientes recuperados – 135.593 (87,98%)
Óbitos – 2.991 (1,94%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 399
Pacientes internados na Rede Privada – 158
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 167
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 10
Total de pacientes internados – 734
Testes Realizados – 422.651

Aguardando resultados do Lacen – 778

* População vacinada:
1ª Dose – 47.994
2ª Dose – 10.374

Profissionais de Saúde vacinados:
1ª Dose – 26.828
2ª Dose – 9.755

Indígenas vacinados:
1ª Dose – 4.918
2ª Dose – 389

Idosos vacinados:
1ª Dose – 16.108
2ª Dose – 225
(Dados obtidos às 15h09) 

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 21 de março de 2020 até hoje (4 de março), por Covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 04/03/2021
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS RECUPERADOS ÓBITOS
Porto Velho 56.840 48.477 1.331
Ariquemes 12.787 11.524 225
Ji-Paraná 9.733 8.773 262
Vilhena 8.817 8.263 140
Cacoal 8.049 7.743 113
Guajará-Mirim 4.770 4.324 146
Jaru 4.273 3.681 61
Rolim de Moura 4.178 3.586 67
Machadinho D’Oeste 3.546 2.712 30
Buritis 3.453 3.170 35
Pimenta Bueno 3.080 2.763 36
Candeias do Jamari 2.639 2.242 43
Ouro Preto do Oeste 2.546 2.364 58
Alta Floresta D’Oeste 2.477 2.354 31
Nova Mamoré 2.337 1.815 39
Presidente Médici 1.637 1.322 21
Espigão D’Oeste 1.567 1.430 22
São Miguel do Guaporé 1.471 1.400 25
Chupinguaia 1.101 1.065 12
Nova Brasilândia D’Oeste 1.098 922 10
São Francisco do Guaporé 1.069 863 15
Cerejeiras 1.033 924 17
Colorado do Oeste 989 958 11
Cujubim 960 847 18
Itapuã do Oeste 931 851 14
Alto Paraíso 909 818 16
Seringueiras 808 734 3
Monte Negro 796 622 14
Urupá 755 634 12
Costa Marques 722 650 11
Campo Novo de Rondônia 685 582 13
Alto Alegre dos Parecis 644 584 17
Vale do Anari 607 533 5
Nova União 596 567 7
Santa Luzia D’Oeste 592 536 5
Alvorada D’Oeste 559 484 12
Mirante da Serra 510 426 4
Vale do Paraíso 506 413 16
Cabixi 444 430 9
Corumbiara 412 377 8
Rio Crespo 366 280 2
Theobroma 336 300 7
Ministro Andreazza 325 296 8
Cacaulândia 321 280 5
Teixeirópolis 304 295 2
Pimenteiras do Oeste 302 288 7
Novo Horizonte do Oeste 291 267 9
Governador Jorge Teixeira 275 247 3
São Felipe D’Oeste 239 214 3
Castanheiras 167 152 4
Parecis 155 128 4
Primavera de Rondônia 104 83 3
Total geral 154.111 135.593 2.991

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para Covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 483 22
Ariquemes 112 2
Ji-Paraná 54 2
Vilhena 152 2
Cacoal 45 1
Guajará-Mirim 4 2
Jaru 17 0
Rolim de Moura 80 3
Machadinho D’Oeste 1 0
Buritis 6 0
Pimenta Bueno 58 0
Candeias do Jamari 24 0
Ouro Preto do Oeste 23 0
Alta Floresta D’Oeste 8 1
Nova Mamoré 9 3
Presidente Médici 173 0
Espigão D’Oeste 18 0
São Miguel do Guaporé 2 0
Chupinguaia 5 0
Nova Brasilândia D’Oeste 11 0
São Francisco do Guaporé 36 0
Cerejeiras 16 0
Colorado do Oeste 3 0
Cujubim 11 2
Itapuã do Oeste 1 0
Alto Paraíso 14 0
Seringueiras 3 0
Monte Negro 66 3
Urupá 12 0
Costa Marques 4 0
Campo Novo de Rondônia 20 0
Alto Alegre dos Parecis 6 0
Vale do Anari 2 0
Nova União 3 3
Santa Luzia D’Oeste 16 0
Alvorada D’Oeste 2 0
Mirante da Serra 1 0
Vale do Paraíso 13 0
Cabixi 3 0
Corumbiara 10 0
Rio Crespo 1 0
Theobroma 0 0
Ministro Andreazza 10 0
Cacaulândia 3 0
Teixeirópolis 0 0
Pimenteiras do Oeste 0 0
Novo Horizonte do Oeste 0 0
Governador Jorge Teixeira 4 0
São Felipe D’Oeste 2 0
Castanheiras 0 0
Parecis 0 1
Primavera de Rondônia 1 0
Total geral 1.548 47

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES

  • Hoje (4) foram registrados 47 óbitos por Covid-19 em Rondônia, 22 deles foram em Porto Velho, sendo 10 mulheres (78, 35, 72, 84, 87, 64, 75, 40, 92 e 81 anos) e 12 homens (54, 67, 66, 57, 40, 61, 48, 71, 62, 73, 67 e 13 anos); três de Monte Negro, sendo um homem de 81 anos e duas mulheres (52 e 63 anos); três de Rolim de Moura, sendo uma mulher de 93 anos e dois homens (49 e 95 anos); três homens de Nova Mamoré (47, 64 e 85 anos); três em Nova União, sendo um homem de 71 anos e duas mulheres (66 e 69 anos); dois homens do município de Ariquemes (51 e 70); dois em Cujubim, sendo um homem de 51 anos e uma mulher de 75 anos de idade; dois homens de Guajará-Mirim (72 e 74 anos); dois em Ji-Paraná, sendo uma mulher de 69 anos e um homem de 89 anos de idade; dois em Vilhena, sendo um homem de 71 anos e uma mulher de 78 anos de idade. Foram registrados ainda, os óbitos de um homem de 70 anos de Alta Floresta D’Oeste; um homem de 55 anos do município de Cacoal; e um homem de 69 anos de Parecis.

A Agevisa reforça ainda que os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios, para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, através do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os Relatórios de Dados já publicados sobre a Covid-19 em Rondônia, clicando no link: http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios, e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina


Leia Mais

Todas as Notícias


Fonte
Texto: Mineia Capistrano
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia


 Categorias
GovernoRondôniaSaúde

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

INFORMATIVO da Secretaria Municipal de Saúde, com a Secretária Diulli Araújo e o Coordenador de Epidemiologia João Paulo: Assista

Publicado há

-

INFORMATIVO da Secretaria Municipal de Saúde, com a Secretária Diulli Araújo e o Coordenador de Epidemiologia João Paulo. Informações: Quantidade de casos ativos (positivados) Proteção com o uso de máscaras, álcool e evitar aglomerações Falta de leitos entre outras informações.

IMPORTANTES ASSISTA O VÍDEO Prefeitura de Alto Paraíso-RO Administração 2021/2024 Prefeito João Pavan Vice-prefeito Everaldo Gabaldo Moacyr Bezerra-DECOM/PMAP

Fonte: Sesau/AP

Moacyr Bezerra-DECOM/PMAP

Compartilhe