Connect with us

Agricultura

Tomate deve registrar até 30% de aumento nos supermercados

Publicado há

-

Siga-nos

FARMÁCIA DO POVO EM ALTO PARAÍSO, AQUI TEMOS FARMÁCIA POPULAR

Farmácia do Povo. localizada a Avenida Jorge Teixeira, 3720, nossos Disk entrega 69.9.9949.0418, 3534-2845 Alto Paraíso Rondônia, Farmácia do Povo avisa que tem a Farmácia popular!

CLÍNICA PSICOLOGIA BEM-ESTAR

ELÉTRICA RURAL

COMO SE PROTEGER DO CORONA VÍRUS

  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel,
  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir, use mascara ao sair de casa.
  • Evite aglomerações se estiver doente.
  • Mantenha os ambientes bem ventilados,
  • Não compartilhe objetos pessoais.
  • Prefeitura municipal de Alto Paraíso,
  • Secretaria municipal de Saúde.
  • DISK CORONAVÍRUS – 69-9-9206-0401

FONTE: GABINETE DA PREFEITURA

NATALIA GABALDO CIRURGIA DENTISTA

CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO ODONTORISO

VISUAL MÍDIA

Escola de música Santa Cecília
Paroquia Nossa Senhora Auxiliadora
Zap – 999202820

Rua Marechal Rondon
Alto Paraíso (69) 99914-0818.

SELARIA COUNTRY, estamos atendendo em novo endereço. Avenida Jorge Teixeira número 3062, em frente ao supermercado Português.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pesquisa analisa os preços dos principais legumes, verduras e frutas, no 1º trimestre de 2020, época que cresce o consumo desses produtos.

Na segunda semana de janeiro, a Ceagesp registrou aumentos de até 50% nos preços

tomate é novamente o vilão dos preços nos supermercados. Nos primeiros três meses deste ano, ele deve aumentar em até 30%. Já o limão é o que deve registrar a maior queda no preço no mesmo período, de até 40%.

Os números são de uma pesquisa da Apas ( Associação Paulista de Supermercado), que analisou o valor dos principais legumes, frutas e verduras desde 2012 no primeiro trimestre, período que os produtos in natura registram maior procura. 

A pesquisa aponta que a categoria representava 6,40% das vendas dos supermercados em 2012 e passou para 8,23% em 2019. 

Uma série de fatores influenciam os preços das frutas, legumes e verduras, como a sazonalidade, a alta procura e a distribuição. Por isso, é bom saber para poder economizar na hora da compra. No caso do tomate, como a demanda pelo item é sempre grande, já que faz parte dos produtos mais consumidos pelos brasileiros, a baixa oferta aumenta os preços.

Veja a variação dos preços, segundo pesquisa da Apas

Divulgação/Apas

Saiba por que os preços variam e como economizar 

Limão – O aumento do limão acontece no segundo semestre quando entra em fim de safra e entressafra à partir de agosto. Em janeiro inicia-se a safra da fruta e a colheita vai de fevereiro até julho. O consumo do produto associado com bebidas alcoólicas é comum em grande parte dos coquetéis de verão.

Banana – A banana nanica fica de entressafra em janeiro e fevereiro e só retorna em março. A redução de 3% na área de colheita somado ao granizo no Vale do Ribeira em São Paulo contribuem para que o primeiro trimestre registre um aumento de 8%.

Maçã – A entressafra da maçã fuji acontece em novembro e dezembro. A safra começa em março. Em 2020, a Apas estima aumento de até 9% por conta do atraso da colheita da maça tipo gala devido o inverno mais ameno e as chuvas em Santa Catarina que reportam mais doenças.

Tomate – O último trimestre de 2019 fechou com preços em baixa devido a maturação rápida por conta das altas temperaturas. Para o economista da Apas, Thiago Berka, a redução foi pontual uma vez que a área cultivada caiu 8,4% e sem perspectiva de melhora. Desta forma, ele espera um aumento de 20% até 30% no primeiro trimestre, já que na segunda semana de janeiro a Ceagesp reportou aumentos de até 50% nos preços.

Cenoura – Com aumento de área plantio na safra de inverno e a rentabilidade alta pela subida dos preços do primeiro semestre, muitos produtores migraram para a produção da cenoura. Assim a oferta é positiva no primeiro trimestre e o aumento de preço deve ficar limitado em 10%, já que em fevereiro termina-se a safra e março é entressafra.

Batata – O tubérculo foi uma das vilãs de 2019, quando passou quase todo o ano com fortes aumentos. O preço no atacado bateu recordes chegando ao maior preço da série histórica desde 2012. Segundo Berka, as causas da produção ruim foram uma menor área e baixa qualidade, além dos produtores segurando produção para garantirem o máximo de preço.

Cebola – 2019 foi um ano em que o Brasil aumentou 81% as importações argentinas e União Europeia devido à forte queda da oferta nacional causado por conta da queda de 12% de redução de área de plantio. Os produtores comemoraram os preços maiores e muitos migraram para aumentar a área plantada. Com a colheita de safra no primeiro trimestre, o preço deve abaixar, mas ficar próximo de 6%.

Alface – A verdura está com preços estáveis e a colheita 2020 indica 12% de aumento de área de plantio, mesmo assim, o crescimento do preço é de até 9%.

Fonte: Apas

Compartilhe
Continue Lendo
Clique Para Comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe Seu Comentário

Agricultura

ALTO PARAÍSO : URGENTE DOCUMENTOS PERDIDOS Wesley de Sousa Silva

Publicado há

-

Quem achar nos procure! Sera bem gratificado!
Quem achar ou souber com quem esteja
Entrar em contato 69 9 99963017, 69 9 99004120

Ou entregar no Quartel da Policia Militar ou na DP – CIVIL

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

9ª Rondônia Rural Show é suspensa por causa do coronavírus

Publicado há

-

Por Jônatas Boni, G1 RO

 

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

ALTO PARAISO : SELARIA COUNTRY INFORMA QUE CHEGOU SEDA PARA TRANÇA

Publicado há

-

Selaria Country Informa que chegaram varias novidades, como seda para tranças de animal, informações na avenida Jorge Teixeira em frente ao mercado Português, ou pelo Watts :  69 9926-9838… Confira

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

Alto Paraíso : Devido a Pandemia do Coronavírus prefeita Helma Amorim fez a entrega simbólica do novo ponto de Mototáxi

Publicado há

-

Alto Paraíso., Na Tarde desta Quinta Feira, a Prefeita Helma Amorim Fez a Entrega Simbólica do novo ponto de Mototáxi de Alto Paraíso RO., Devido a Pandemia do Coronavírus, e não podendo ter aglomerações em locais aberto a entrega foi feita no gabinete da prefeitura.

Fonte: Gabinete da Prefeitura

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

ALTO PARAISO : O que é coronavírus? (COVID-19)

Publicado há

-

O que é coronavírus? (COVID-19)

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Qualquer Duvidas a Secretaria Municipal de Saúde de Alto Paraíso disponibilizou numero de Wattssapp – 69-9-9206-0401

Fonte www.altoparaisonoticias.com.br

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

MOMENTO HISTÓRICO PARA RONDÔNIA: 1° ENCONTRO AGRO MULHERES DO ESTADO MARCA UMA NOVA ETAPA PARA O MOVIMENTO

Publicado há

-

Por : Renata Silva

Jornalista Mtb 12.361/MG

Voluntária Agro Mulheres Rondônia

14 de Marco 2020

Evento reuniu mais de 150 mulheres de todas as regiões de Rondônia e das mais diversas áreas do Agro

 

“Se você quer ser um agente de transformação, a voz das mulheres do agro de Rondônia onde estiver, defendendo seu espaço, promovendo o acesso ao conhecimento e a equidade, então, este movimento é pra você!” Assim começou o 1° Café com conteúdo realizado pelo Agro Mulheres Rondônia com apoio de parceiros.

Momento histórico para o estado, que reuniu mais de 150 mulheres de todas as regiões de Rondônia e das mais diversas cadeias que compõe o agro, no campo e na cidade. Elas não pouparam esforços para se deslocar até mais de 500 quilômetros, muitas delas, para participar desse encontro que promoveu o conhecimento, trocas de experiências e integração. Produtoras rurais de grande, médio e pequeno porte, indígena, empresárias, microempreendedoras, advogadas, administradoras, pesquisadoras, extensionistas rurais, comunicadoras, agentes de vendas e comércio são alguns dos exemplos da diversidade que se fez presente no evento.

Apesar de atuarem em diferentes atividades, classes sociais, cores e culturas,  pontos muito importantes unem todas elas: o fato de serem mulheres e assumirem os mais diversos papéis ao longo do dia; independente de onde atuem, sofrem ainda preconceitos; precisam lutar por seus direitos; e todas tem o vínculo fortes com o mundo agro. “Estamos juntas por mais acesso ao conhecimento, por equidade e reconhecimento do nosso trabalho, para nos inspirar e nos fortalecermos na caminhada”, destacou Beatriz Rosa, uma das idealizadoras do Movimento.

Assuntos como gestão, sucessão familiar, protagonismo feminino e casos de sucesso no agronegócio do estado foram foco do evento, que e estabeleceu uma grande rede de relacionamento que irá promover oportunidades, gerar conhecimento e novas ações em Rondônia.

PARCEIROS

Este evento foi uma realização do Movimento Agro Mulheres Rondônia e contou com a parceria da Rovema Agronegócios, Rical, Bayer, Laboratório Solo Mais, Amaggi, Aprosoja, Agropecuária Espírito Santo, Boasafra e TRR Ariquemes Transportes. Contou também com o apoio da Embrapa Rondônia e SENAR Rondônia.

 

MOVIMENTO AGRO MULHERES RONDÔNIA

É uma rede formada por voluntárias que estão envolvidas em toda a cadeia do agro no estado. Conectam estas mulheres para promover trocas de experiências e conhecimento; para inspirar; gerar oportunidades; fortalecer a atuação por meio de treinamentos, aprendizados e informações; quebrar barreiras; buscar a equidade e o reconhecimento; dar visibilidade à atuação das mulheres e representá-las nas mais diferentes instâncias. São agentes da mudança. Cada integrante deste movimento, onde estiver, é agente de transformação, sendo a voz em defesa das mulheres do agro em Rondônia.

Surgiu em 2019, com a contadora que atua diretamente com o universo agro, Beatriz Rosa, e a produtora rural, Antonielly Rottoli. Unidas pelas dificuldades enfrentadas por atuarem em áreas ocupadas prioritariamente por homens, elas buscaram forças para seguirem seus sonhos e ajudarem outras mulheres a também serem protagonistas de suas histórias. Elas perceberam que era possível transformar essa realidade unindo forças.

Este esforço integra hoje mais de mil mulheres nas redes sociais do Agro Mulheres Rondônia, especificamente no Instagram e grupo do WhatsApp, em que mulheres de todas as regiões do estado e das mais diversas cadeias ligadas ao agro, a força pujante deste País.

DIRETRIZES DO MOVIMENTO

– Sem fins lucrativos

– Conduzido por voluntárias

– Sem vínculos políticos ou partidários

– Sem vínculos institucionais ou com empresas privadas

———————-

Fonte :

https://www.instagram.com/agromulheresrondonia/?hl=pt-br

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

ALTO PARAISO: CONHEÇA O MOVIMENTO AGRO MULHERES RONDÔNIA!

Publicado há

-

Por Antonielly Sinopolis: As idealizadoras concederam uma entrevista ao programa Amazônia Agro, da TV Allamanda – SBT, contando detalhes do surgimento do Agro Mulheres Rondônia e sobre o 1º Café com Conteúdo que será realizado no próximo dia 14 de março.

Confira a entrevista completa em dois blocos:

BLOCO 1:

 

BLOCO 2:

Fonte : TV Allamanda – SBT

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

ALTO PARAÍSO : CAMINHÃO ATOLADO NA CABECEIRA DA BALSA DA RO 459: ASSISTA

Publicado há

-

ALTO PARAÍSO : NESTA SEXTA 09 DE MARÇO DE 2020, CAMINHÃO ATOLADO NA CABECEIRA DA BALSA DA RO 459: ASSISTA

 

QUANDO AS AUTORIDADES VÃO TOMAR PROVIDÊNCIAS SOBRE ESTA SITUAÇÃO, AUTORIDADES QUE FALAMOS MINISTÉRIO PUBLICO, JUÍZES, PROMOTORES, PORQUE ESTES POLÍTICOS DE RONDÔNIA SÃO UNS …. JÁ NÃO PODE SER MAS CASO POLITICO TEM DE SER CASO DE POLICIA.

Fonte: Redes Sociais.

Compartilhe
Continue Lendo

Destaques

× Fale Conosco