Connect with us

Denuncias

PF apura fraude em transferências suspeitas de domicílios eleitorais

Publicado há

-

FARMÁCIA DO POVO EM ALTO PARAÍSO, AQUI TEMOS FARMÁCIA POPULAR

Farmácia do Povo. localizada a Avenida Jorge Teixeira, 3720, nossos Disk entrega 69.9.9949.0418, 3534-2845 Alto Paraíso Rondônia, Farmácia do Povo avisa que tem a Farmácia popular!

CLÍNICA PSICOLOGIA BEM-ESTAR

ELÉTRICA RURAL

COMO SE PROTEGER DO CORONA VÍRUS

  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel,
  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir, use mascara ao sair de casa.
  • Evite aglomerações se estiver doente.
  • Mantenha os ambientes bem ventilados,
  • Não compartilhe objetos pessoais.
  • Prefeitura municipal de Alto Paraíso,
  • Secretaria municipal de Saúde.
  • DISK CORONAVÍRUS – 69-9-9206-0401

FONTE: GABINETE DA PREFEITURA

Sr: Acampos Barbershop

Sr: Acampos BarberShop

Sr: Acampos BarberShop

Barbearia e cortes de Cabelo.
Venha nos fazer uma Visita, estamos Localizados na Rua Emiliano Lopes, Centro de Alto Paraíso.
Contatos Zap – 69-9-8147-9287- 9-9610-9932

CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO ODONTORISO

Agendamentos 69 -9-9605-2929

ACIAP – Associação Comercial e Industrial de Alto Paraíso

ACIAP – Associação Comercial e Industrial de Alto Paraíso informa os novos horários de atendimento ao publico.

Segunda a Sexta Feira.

8:00 as 12:30 horas

13:30 as 17:00 horas.

DESIGNER VIRTUAL

Designer Vitória Brustolon

Trabalhos De Banners, Logomarcas flayer politico e santinhos. Web Designer. whats: (69) 9993-7807

SELARIA COUNTRY, estamos atendendo em novo endereço. Avenida Jorge Teixeira número 3062, em frente ao supermercado Português.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (14) a Operação Fake Adress, com o objetivo de investigar transferências de domicílio eleitoral suspeitas, devido ao uso de comprovantes de endereços falsificados.

De acordo com os investigadores, há pelo menos 75 casos suspeitos identificado pela 188ª Zona Eleitoral de Pinhais, no Paraná que teriam se aproveitado do fato de a Justiça Eleitoral ter permitido, devido à pandemia, que transferências de domicílio eleitoral fossem feitas por meio do sistema eletrônico Titulonet.

Neste momento estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em endereços de investigados – entre eles no gabinete de uma vereadora na Câmara Municipal de Pinhais. Há, segundo a PF, evidências de que a estrutura dessa casa legislativa tenha sido usada para a prática de crime.

“Durante as investigações foi possível vincular tais pedidos a assessores de vereadora em exercício e candidata à reeleição”, informou por meio de nota a PF. Diante da situação, um inquérito policial foi instaurado em junho de 2020, após tratamento inicial dos requerimentos pelo Juízo Eleitoral, bem como pela análise e reunião de informações complementares pelo Ministério Público Eleitoral.

Segundo a PF, além de terem sido feitas transferências irregulares de domicílios, com utilização de documentação falsa, há indícios de que as multas eleitorais dos títulos com situação eleitoral irregular foram pagas pelos investigados.

Fonte: brasildadosnews

Compartilhe
Continue Lendo
Clique Para Comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe Seu Comentário

Denuncias

CPI da Energisa relata abusos cometidos pela Energisa aos membros da bancada federal de Rondônia

Publicado há

-

CPI da Energisa relata abusos cometidos pela Energisa aos membros da bancada federal de Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada na Assembleia Legislativa para apurar possíveis irregularidades e práticas abusivas contra os consumidores de energia elétrica, praticadas pela empresa Energisa, recebeu membros da bancada federal de Rondônia, durante reunião na manhã desta segunda-feira (19), no plenário da Casa.

Os deputados federais Mauro Nazif (PSB), Léo Morais (Podemos) e Mariana Carvalho (PSDB) atenderam ao convite da CPI e compareceram à reunião, que serviu para um relato à bancada federal dos abusos cometidos pela empresa Energisa, conforme a apuração unto à comunidade, nas reuniões que a Comissão realizou na capital e em outros municípios do interior. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mesmo convidada, não enviou representantes.

O presidente Alex Redano (Republicanos), o relator Jair Montes (Avante) e o deputado Cirone Deiró (Podemos) participaram da reunião. “Agradeço à presença de todos nesta reunião. Sentimos a ausência da Aneel, uma atitude covarde, ao meu ver”, relatou.

Alex Redano disse que, durante a pandemia, as notificações contra a empresa aumentaram no Procon e na Defensoria Pública. “Tarifas altas, serviço de péssima qualidade. Residências que não aumentou o número de eletrônicos, mas que tiveram o aumento do consumo de forma assustadora. Temos que nos unir e cobrar com afinco, para que possam enfrentar esses abusos”.

Cirone Deiró agradeceu à presença de membros da bancada federal e da disponibilidade de ouvir e de somar forças, nessa luta em prol da população de Rondônia. Elogiou a atuação do presidente da CPI.

Jair Montes cumprimentou aos deputados federais presentes, nessa lua contra os abusos da empresa Energisa. “Estendemos o convite a todos. Mas, apenas o deputado federal Lúcio Mosquini nos comunicou da ausência. Os senadores Confúcio Moura (MDB), está atuando apenas on line e o senador Marcos Rogério preside uma comissão no Senado. Os demais não se pronunciaram, infelizmente”.

Ele criticou a Aneel, por ter ignorado o convite. “Essas agências não estão nem aí para ninguém. É do jeito deles e acabou. Tá na hora de o Congresso criar uma CPI do sistema energético nacional e de acabar com essas agências reguladoras. A Aneel não sabe o que é Rondônia e não está nem aí”.

Montes disse ainda que “a Energisa comprou a Ceron por R$ 50 mil, que tinha um investimento para ser feito na expansão da rede elétrica. Não pode dar um pingo de chuva, um trovão, que a energia vai embora. Temos na Aneel uma pessoa que atuou em Rondônia, mas ignora os interesses da população. E ninguém pode mexer com um cara desses!”

Ainda segundo Jair Montes, “uma pessoa paga R$ 75 na prestação da casa do Crystal da Calama, mas paga mais de R$ 300 de energia, pra ter uma geladeira e um bico de luz. É revoltante! Rondônia é mais importante. Estamos na fase final da CPI, que deveria já ter sido encerrada, mas pela pandemia acabou sendo suspensa e estendida”.

Montes lembrou que a Energisa é boa pra cobrar, mas esquece de pagar o que deve ao Estado: cerca de R$ 1,5 bilhão. “A Energisa está sem certidões e já recomendei a suspensão do contrato, por não ter pago. A Energisa é uma vergonha. Quanto mais você tenta reduzir o consumo, mas a conta aumenta. Quanto mais você tenta economizar, mas piora. E se você conseguir baixar, eles suspeitam que é ‘gato’.

O deputado Adailton Furia (PSD) destacou a presença dos representantes federais e ressaltou a importância de se acolher as queixas dos consumidores. Ele relatou um caso de uma moradora de Cacoal, que teve os valores nas contas aumentados, sem justificativa, e que depois da intervenção da Polícia Civil, que apurou o caso, os valores voltaram ao normal. “Isso precisa ser apurado: acho que tem coisa errada na leitura, na condução dessa leitura”.

Ele criticou também a atuação da Aneel e das demais agências reguladoras, que na visão dele, precisam ter melhor definida a forma de escolha de seus integrantes.

Bancada federal

A deputada Mariana Carvalho abriu sua fala dizendo que “não é de hoje que tratamos dessa questão da Energisa. Isso mexe muito com a gente, acompanhando os relatos de consumidores de toda Rondônia, apontando os abusos da Energisa e a falta de respeito. Energia é um bem fundamental e, infelizmente os abusos continuam e o desrespeito também”.

A parlamentar citou ainda as constantes interrupções de energia, inclusive na zona rural, afetando a fonte de renda de famílias, que ficam sem nenhuma resposta, sem nenhum amparo. “Somos um Estado com foco na produção agropecuária, que depende de energia confiável. As constantes faltas de energia, afetam os equipamentos e afetam o comércio local, os produtores, de forma desumana e é preciso ter respeito por esses consumidores”.

Mariana Carvalho disse que apresentou projetos de lei que amparam o consumidor. “Apresentei projeto para que esatdos produtores de energia, como Rondônia, fiquem sempre na bandeira verde de consumo. Outro projeto, visa garantir o pagamento de prejuízos, quando houver queda brusca de energia. Outro projeto, visa proibir que os valores dos ‘gatos’, sejam diluídos nas contas de quem paga em dia sua tarifa”.

O deputado Léo Moraes informou que foram colhidas 181 assinaturas para instalação de uma CPI contra a Aneel, para apurar possíveis irregularidades naquela agência reguladora.

“Diante da pandemia, as comissões foram suspensas, mas estamos crentes de que podemos assegurar a criação de uma CPI. Nos demais países, as agências são independentes e com sua composição plural. No ano passado, num ato administrativo, a Aneel fez uma cobrança dupla nas bandeiras tarifárias e conseguimos travar, evitando um prejuízo de mais de R$ 200 milhões à população”, relatou.

Ele criticou ainda o fato de o Estado querer conceder perdão de dívidas da empresa. “Logo o Estado que pode cassar o alvará, que pode cobrar, pode multar a empresa. Minimamente é o que se espera do Estado, mas preferiu trazer um projeto para dar isenção a quem maltrata o consumidor. Porque o Governo, prefeitura e demais instituições não se juntam e põem a faca no pescoço dessa Energisa? Essa é uma concessão nefasta ao povo de Rondônia, infelizmente”.

Moraes afirmou que recebe inúmeras denúncias de quedas de energia, falhas, interrupções. “Nas linhas, a situação é ainda pior, com dias sem energia por quedas. Na minha casa, tive aparelhos afetados com os apagões. É inaceitável”.

Mauro Nazif abriu sua fala dizendo que “a Energisa é ladra e a Aneel é covarde. A gente fala isso, pois tamanha são as denúncias que são recebidas no Procon, Defensoria Pública, por exemplo. Pra meu espanto, essa semana eu vi que o índice de aprovação pela população de Rondônia é de 40% para a Energisa, segundo divulgou a Aneel.

Ele então disse: “tem alguém aqui nesse ambiente, satisfeito com o serviço da Energisa? Levante a mão quem estiver satisfeito. Estão vendo?Ninguém foi favorável. Essa pesquisa é vergonhosa. Já conseguimos brecar aumentos que queriam dar para a Energisa”.

Nazif questionou qual foi a ação em prol de Rondônia, realizada pela Energisa, em plena pandemia. “Empresa que não tem qualquer vínculo com o Estado. Não ofereceu recurso para alugar um leito sequer para cuidar de pacientes com covid-19. Não tem responsabilidade social alguma.

O deputado informou que a Energisa pede a revisão tarifária, em menos de 45 após a aquisição da empresa, quando o contrato previa um ano. “Isso é coisa de bandido. Já estão na terceira revisão tarifária. A Aneel sequer deveria acatar esse pedido. Eu sabia que a Aneel não iria vir nesta CPI. Quem é covarde, não bota a cara!”.

Mauro Nazif passou a criticar o Governo, questionando quais medidas, em defesa da população, foram tomadas. “Ao invés de defender o consumidor, mandou uma mensagem para isentar em mais de R$ 1 bilhão de dívidas da Energisa. Ainda bem que os deputados rejeitaram essa tentativa e o Executivo retirou a matéria”.

Em seguida, ele cobrou uma posição do Executivo. “O Governo precisa agir, se não agir, ao meu ver, faz parte desse conluio com a empresa. Que a CPI convide o governador Marcos Rocha, para se manifestar. Para mostrar as suas ações em defesa da população”.

Debates

O advogado Gabriel Tomasete também criticou a atuação da Aneel, que não toma uma postura adequada ao que o problema exige. “Há uma clara omissão, em relação ao interesse público e fizemos uma denúncia junto com o Ministério Público Federal. Há situações pós-contratuais que precisam ser encaradas, como essa situação de tentativa de perdão da dívida da Energisa”.

Ele defendeu a caducidade do contrato da Energisa. Segundo ele, há fundamentos legais para tal ação. “A forma de agir da Energisa contraria a lei de concessões. Por outro lado, temos dificuldades no atendimento às solicitações dos consumidores”.

O defensor público Sérgio Muniz declarou que a Defensoria é o espaço para a população mais carente buscar o apoio para a resolução de problemas. “Tenho reparado que, no período inicial da pandemia, com a suspensão dos cortes de energia, houve uma redução no volume de reclamações. Mas, depois aumentou consideravelmente. Eu culpo isso a dois fatores: a retomada dos procedimentos anteriores e que a população, mais em casa, teve um aumento de consumo e uma série de reclamações.

Muniz parabenizou a CPI pela atuação. “Não é uma luta contra a empresa, mas na defesa do consumidor. De forma quase solitária até. A maior empresa de Rondônia, em termos de faturamento, é a Energisa. Ela tem um grande poder econômico. Imaginemos as chances de uma pessoa carente conseguir vencer uma luta contra supostos abusos da empresa”.

Segundo ele, “acredito firmemente num trabalho final muito proveitoso para a população e a Defensoria está à disposição para seguir contribuindo com essa CPI”.

Agenda

Por sugestão de Redano, foram aprovados os convites para que o procurador geral do Estado, Juraci Jorge, e o secretário estadual de Finanças (Sefin), Luís Fernando, sejam ouvidos no próximo dia 26, às 15 hs. Representantes da Energisa deverão ser ouvidos no mesmo dia, após serem ouvidos os secretários governamentais.

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

ALTO PARAISO : NOTA DE REPUDIO, EM DESFAVOR AO CANDIDATO A PREFEITO DE ALTO PARAISO.

Publicado há

-

19 de Outubro de 2020.

Nesta segunda feira, o candidato a prefeito de alto Paraiso RO., Marcos Froés, usou material de direitos deste site para, o mesmo não tem direito de imagem nenhuma, de vídeos abaixado de faceboock e Youtube do site, neste vídeo contem, cenas, de pessoas acidentadas, e de pessoas, tentando salvar vida, na ocasião, o problema foi resolvido pela secretaria de Saúde, bem como todos os outros, levado ao conhecimento dos responsáveis.

Este site não apoia este tipo de campanha de nenhum candidato, solicitamos ao candidato a desvinculação destes vídeos, bem como será comunicado ao TRE o uso de imagem de terceiros e não autorizada por nossa equipe.

Só para esclarecimento este mesmo hospital ai mencionado, tem tratamento vip, um particular, médicos diurna mente, enfermeiro equipe de apoio e 6 ambulância, sendo  duas semi  U.T.Is  semi U.T.I para tratamento do Covid 19. mas não por mérito de quem quer se aparecer na frente de uma filmadora. nos deixamos os parabéns a secretária de Saúde, a Administradora do Hospital Eidi, Secretária Sandra Costalonga.

DEIXO AQUI MEUS PARABENS A TODOS PROFISSIONAIS DO HPP, ESTAREI ENCAMINHANDO UMA COPIA DESTA NOTA AO MP/RO E TRE/RO.

Divulgação de imagem sem autorização em propaganda política configura dano moral.

Em muitos países, quando uma pessoa cria uma obra original que é exibida em um meio físico, ela automaticamente possui os direitos autorais da obra. Como proprietária dos direitos autorais, a pessoa tem o direito exclusivo de usar a obra. Na maioria das vezes, apenas o proprietário dos direitos autorais pode autorizar alguém a usar a obra.

O fato de aparecer em um vídeo, imagem ou gravação de áudio não dá a você direitos autorais sobre esse conteúdo. Por exemplo, se um amigo filmou uma conversa entre vocês, ele detém direitos autorais sobre essa gravação. O que vocês dois estão falando não está sujeito à proteção de direitos autorais separadamente do vídeo em si, a menos que estabelecido com antecedência.

Se um amigo ou outra pessoa enviou um vídeo, uma imagem ou uma gravação que exibe você sem sua permissão, e você acredita que isso viola sua privacidade ou sua segurança, envie uma reivindicação por violação de privacidade.

www.altoparaisonoticias.com.br

 

 

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

https://noticias.r7.com/eleicoes-2020/eleicoes-tse-e-whatsapp-se-unem-para-frear-robos-e-disparos-em-app-30092020

Publicado há

-

https://noticias.r7.com/eleicoes-2020/eleicoes-tse-e-whatsapp-se-unem-para-frear-robos-e-di

Eleições: TSE e WhatsApp se unem para frear robôs e disparos em app

Ferramenta permite denúncias de contas suspeitas, que poderão ser banidas após investigação por desrespeito à legislação eleitoral

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anunciou nesta quarta-feira (30) uma parceria com o Facebook Brasil e o WhatsApp Inc. para combater a desinformação e abusos durante as eleições 2020.

Segundo o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, o objetivo da parceria é tentar eliminar a circulação de fake news, o uso indevido de robôs, impulsionamentos ilegais e uso de perfis fabricados que espalham notícias falsas.

No WhatsApp, por exemplo, foi criado um chatbot para ajudar na circulação de dados oficiais do TSE sobre o processo eleitoral e a votação. A ferramenta foi desenvolvida gratuitamente pela API do WhatsApp Business e pela empresa Infobip, um dos principais provedores de serviços.

A intenção do chatbot é auxiliar na comunicação direta com os eleitores. É preciso adicionar o número +55 61 9637-1078 na lista de contatos ou acessar o serviço através do link wa.me/556196371078 para iniciar uma conversa com o canal interativo, que disponibiliza as principais informações das eleições

O acordo prevê que o WhatsApp permita que o TSE envie mensagens sobre cuidados sanitários e rebata informações falsas durante a campanha eleitoral. Também será estabelecido um canal de comunicação específico com o TSE para denunciar contas suspeitas de realizar disparos em massa, o que não é permitido nos Termos de Serviço do aplicativo nem na legislação eleitoral.

Veja também: Nova versão do app e-Título é lançada nesta quarta-feira

Recebidas as denúncias, o WhatsApp conduz uma apuração interna para verificar se as contas violaram as políticas do aplicativo e, se for o caso, elas podem ser banidas. O canal será desativado em 19 de dezembro com o fim do processo eleitoral.

“O WhatsApp Inc. tem feito mudanças importantes de produto para reduzir a disseminação de mensagens virais, as quais podem incluir conteúdos falsos. Nestas eleições, trabalhamos próximo ao TSE para coibir o uso irregular do aplicativo”, explicou o diretor de Políticas Públicas para o WhatsApp no Facebook Brasil, Dario Durigan.

Leia ainda: Eleições: Pandemia estimula gastos de candidatos com campanha na TV

Facebook Brasil

A parceria do TSE com o Facebook prevê a disponibilização da ferramenta “Megafone” para divulgação, nos dias anteriores à eleição, de mensagens aos usuários brasileiros no Feed de Notícias sobre as Eleições 2020 e medidas de segurança sanitária no dia da votação.

Instagram

No Instagram, os usuários vão contar com stickers/figurinhas com a temática das eleições municipais. A plataforma também vai ajudar na divulgação da campanha por mais mulheres na política, em outubro.

Veja mais: O que sua cidade mais precisa? Vote!

Parcerias

Os acordos fazem parte de uma série de medidas do TSE para incentivar a circulação de informações oficiais sobre o processo eleitoral. As plataformas parceiras ofereceram produtos e serviços sem custo aos cofres públicos.

Segundo Barroso, as plataformas devem fazer valer as regras de conteúdo para evitar o uso abusivo dos serviços. Ele lembrou que esses meios eletrônicos são também utilizados para “obter vantagem ilícita, difamar pessoas e desconstruir componentes essenciais da democracia, que é a informação verdadeira”.

Leia mais: PM de SP vai regulamentar uso da farda na propaganda eleitoral

Já a secretária-geral do TSE, Aline Osório, destacou que estas eleições são especialmente desafiadoras: “Além da pandemia da covid-19, há ainda o problema da disseminação maciça de desinformação que ameaça o processo eleitoral e a democracia”.

Durante este mês, o Facebook e o WhatsApp ofereceram cursos online de capacitação para os servidores dos TREs (Tribunais Regionais Eleitorais) sobre as medidas de combate à desinformação adotadas pelas plataformas e aspectos práticos de como atuar em processos eleitorais envolvendo os serviços. Também foram produzidas cartilhas educativas para distribuição digital para todos os TREs e Zonas Eleitorais.

Compartilhe
Continue Lendo

Denuncias

Operação Verde Brasil 2: combate crimes ambientais na Amazônia Legal, iniciada em 11 de maio de 2020

Publicado há

-

Operação Verde Brasil 2: combate crimes ambientais na Amazônia Legal, iniciada em 11 de maio de 2020 aprendeu até então mais de 8 mil toneladas em ouro, manganês e pedras preciosas, embargaram 98.982 hectares de área e mais 33 mil ações desenvolvidas (inspeções, patrulhas navais e terrestres, vistorias e revistas). Mais detalhes nas redes sociais: Participam da missão integrantes da @Polícia Federal , PRF Brasil , Ibama , ICMBio (@Ministério do Meio Ambiente ) , Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), @Exército Brasileiro , @Marinha do Brasil e @Força Aérea Brasileira .

Fonte: Jair Bolsonaro

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

Alto Paraiso : Atenção para a Campanha de Vacinação Antirrábica na área urbana 2020

Publicado há

-

Atenção para a Campanha de Vacinação Antirrábica na área urbana 2020!!!

Dia e horários
– Dia 05/10
08:00= Assembleia de Deus rua Azaleia.
09:30= Comercial Rocha
11:00= Vila Altamiro

– Dia 06/10
08:00= Antigo barracão da feira
09:30= Praça do bosque
11:00= Bar do João Pó, Jd. Paraíso

– Dia 07/10
08:00= Oficina do Elzo
09:30= Campão
11:00= Quadra Jd. Alvorada

– Dia 08/10
08:00= Assembleia de Deus Bairro Eldorado
09:30= Bairro Novo Horizonte
11:00= Igreja Gideões Bairro Rota do Sol

– Dia 10/10 (Dia “D”)
Praça Municipal= 08:00 à 15:30

Fique atento!!!

Não deixe de vacinar seu cão e gato. Lembre-se a raiva é muito perigosa!!!

 

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

Alto Paraiso : TRE -QUE PODE QUE NÃO PODE PROPAGANDA ELEITORAL

Publicado há

-

O que os candidatos podem ou não fazer na campanha

Compartilhe
Continue Lendo

Denuncias

ALTO PARAISO : SENHORES DEPUTADOS ATÉ QUANDO VAI ESTE DESCASO COM ALTO PARAISO, SENHOR GOVERNADOR CADE B – 40

Publicado há

-

ALTO PARAISO : SENHORES DEPUTADOS ATÉ QUANDO VAI ESTE DESCASO COM ALTO PARAISO, SENHOR GOVERNADOR CADE B – 40

 

 

 

 

 

Compartilhe
Continue Lendo

Denuncias

Secretaria de Meio Ambiente solicita a população de Alto Paraíso que não descarte lixo de forma irregular em terrenos baldios, próximos ao terminal do transbordo

Publicado há

-

Secretaria de Meio Ambiente solicita a população de Alto Paraíso que não descarte lixo de forma irregular em terrenos baldios, próximos ao terminal do transbordo

A secretaria de Meio Ambiente de Alto Paraíso, solicita a população que não jogue ou deposite lixos de forma irregular nas proximidades do terminal do transbordo, mediações do antigo lixão.
A secretaria pede atenção da população sobre a conscientização de não desfazer do lixo de forma que prejudique as condições sanitárias de higiene do local. Todo o cronograma de descarte e coleta do lixo doméstico são disponibilizados pela prefeitura, que mantém ainda a aplicação de conduta.

Fonte: SEMA Secretária Meio Ambiente.

Compartilhe
Continue Lendo

Destaques

× Fale Conosco