Connect with us

COVID-19

ALTO PARAISO : PESQUISA ELEITORAL MARCOS FRÓES LIDERA

Publicado há

-

FARMÁCIA DO POVO EM ALTO PARAÍSO, AQUI TEMOS FARMÁCIA POPULAR

Farmácia do Povo. localizada a Avenida Jorge Teixeira, 3720, nossos Disk entrega 69.9.9949.0418, 3534-2845 Alto Paraíso Rondônia, Farmácia do Povo avisa que tem a Farmácia popular!

CLÍNICA PSICOLOGIA BEM-ESTAR

ELÉTRICA RURAL

COMO SE PROTEGER DO CORONA VÍRUS

  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel,
  • Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir, use mascara ao sair de casa.
  • Evite aglomerações se estiver doente.
  • Mantenha os ambientes bem ventilados,
  • Não compartilhe objetos pessoais.
  • Prefeitura municipal de Alto Paraíso,
  • Secretaria municipal de Saúde.
  • DISK CORONAVÍRUS – 69-9-9206-0401

FONTE: GABINETE DA PREFEITURA

Sr: Acampos Barbershop

Sr: Acampos BarberShop

Sr: Acampos BarberShop

Barbearia e cortes de Cabelo.
Venha nos fazer uma Visita, estamos Localizados na Rua Emiliano Lopes, Centro de Alto Paraíso.
Contatos Zap – 69-9-8147-9287- 9-9610-9932

CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO ODONTORISO

Agendamentos 69 -9-9605-2929

ACIAP – Associação Comercial e Industrial de Alto Paraíso

ACIAP – Associação Comercial e Industrial de Alto Paraíso informa os novos horários de atendimento ao publico.

Segunda a Sexta Feira.

8:00 as 12:30 horas

13:30 as 17:00 horas.

DESIGNER VIRTUAL

Designer Vitória Brustolon

Trabalhos De Banners, Logomarcas flayer politico e santinhos. Web Designer. whats: (69) 9993-7807

SELARIA COUNTRY, estamos atendendo em novo endereço. Avenida Jorge Teixeira número 3062, em frente ao supermercado Português.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

prefeito em Alto Paraíso

Marcos Froes lidera intenções de voto para prefeito em Alto Paraíso

Porto Velho, RO – O gaúcho Marcos Froes (PP), agricultor, lidera as intenções de voto para prefeito de Alto Paraíso, na pesquisa divulgada pelo Instituto Data Continental.

Marcos Froes aparece na pesquisa com 28%, seguido de Helma Amorim (PDT), com 21,3%, João Pavan (DEM), com 19,1%, e 16,3% de Erica Casarin (Republicanos).

A lista traz ainda Nadir Diodato (PSC), com 11%. Indecisos somam 3,2% e não souberam opinar 1,1%. Os números demonstram muito equilíbrio entre todos os candidatos.

 

DADOS DA PESQUISA: 

AMOSTRA (282 entrevistados)
PERÍODO 23 a 24/10/2020
MARGEM DE ERRO: + OU – 3,0 %
INTERVALO DE CONFIANÇA DE 96%
ESTATISTICO RESPONSÁVEL AUGUSTO SILVA ROCHA Nº 7.655-A
CONTRATANTE. JORNAL CORREIO CONTINENTAL- REGISTRO TRE – RO-00740/2020

Fonte: http://www.oobservador.com.br/noticias/marcos-froes-lidera-intencoes-de-voto-para-prefeito-em-alto-paraiso,49713.shtml

 

Compartilhe
Continue Lendo
Clique Para Comentar

You must be logged in to post a comment Login

Deixe Seu Comentário

COVID-19

COVID-19 em Alto Paraíso-RO

Publicado há

-

Última atualização em quinta-feira, 26 de novembro de 2020 – 13:12h

As informações contidas nesta página são disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Divisão de Vigilância em Saúde.

Última atualização em quinta-feira, 26 de novembro de 2020 – 13:12h

 

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

ALTO PARAISO: BOLETIM DO COVID 19 – SEXTA FEIRA – 27 DE NOVEMBRO 2020

Publicado há

-

ALTO PARAISO: BOLETIM DO COVID 19 – SEXTA FEIRA – 27 DE NOVEMBRO 2020

 

Compartilhe
Continue Lendo

Agricultura

AROM emite recomendações básicas aos gestores que assumirão a prefeitura em 2021

Publicado há

-

A Associação Rondoniense de Municípios (AROM) está com diversas iniciativas para promover o conhecimento e auxiliar os recém-eleitos e atuais gestores, além de suas equipes, com a transmissão de governo municipal.  Para a entidade, é essencial que a o gestor eleito compreenda, o quanto antes, suas competências e se antecipe de informações sobre a real situação do governo que assume e, antes mesmo de posse em 1º de Janeiro, esteja organizado quanto as suas metas na administração.

A seguir, disponibilizamos um roteiro elaborado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) que aponta para ações importante a serem seguidas pelos novos prefeitos:

Tarefas que não podem esperar:

  • Defenda a autonomia do seu município. Lembre-se: a autoridade máxima no município é o prefeito ou a prefeita.
  • Organize sua equipe de forma a não contrariar os princípios da administração pública: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.
  • Não cometa nepotismo.
  • Convide para te ajudar nas tarefas da administração secretários que sejam conhecedores da área em que vão atuar e que sejam gestores.
  • Escolha um procurador do município que tenha conhecimento e experiência de atuação no direito público.
  • Faça contato com o atual gestor e acerte as ações que precisam ser desenvolvidas em acordo.
  • Designe um dos integrantes da equipe para comandar a transição. Como sugestão há os secretários de administração ou governo e o secretário de fazenda ou finanças.

Fique atento(a)!

A escolha do primeiro e segundo escalão precisa estar focada nas atribuições que cada um terá e, principalmente, no conhecimento da área em que atuará.

O que o gestor eleito precisa receber no ato de transmissão do cargo?

  • Termo de Conferência de Caixa, que será lavrado ao final do expediente do último dia útil do mês de dezembro e que conterá informações sobre os valores em dinheiro, em cheques e demais documentos, devendo ser assinado pelo contador e pelo tesoureiro.
  • Boletim de Caixa e Bancos, relativo ao último dia útil do mês de dezembro, com o saldo transferido para o exercício seguinte, assinado pelo tesoureiro, pelo responsável pela contabilidade e pelo prefeito.
  • Demonstrativo das Disponibilidades, relativo ao último dia útil do mês de dezembro, consignando os valores de Caixa, Bancos conta-movimento e Bancos conta-vinculada.
  • Extratos bancários de todas as contas-correntes (movimento e vinculadas), acompanhados das respectivas conciliações dos saldos bancários em confronto com os saldos contábeis, se for o caso.
  • Chaves dos departamentos, dos veículos e dos equipamentos devidamente identificados.

Que informações você precisará buscar com o atual gestor?

  • Demonstrativo das dívidas do município, por qualquer forma assumida, constando restos a pagar, serviços da dívida a pagar, depósitos, débitos de tesouraria e dívida fundada interna, tudo com os indicativos de nome do credor, natureza da dívida, data do vencimento e respectivos valores.
  • Demonstrativo dos créditos do município, constando natureza, nome do devedor, data do vencimento e valor.
  • Relação de todos os convênios firmados e em andamento, constando órgão concessor, objeto e valores individualizados, quanto já foi recebido, quanto já foi executado e do que foi prestado contas, além das cópias destas.
  • Relação de contratos e termos aditivos dentro dos prazos de vigência respectivos com nome do contratado, objeto, valor, forma de pagamento e prazos de vigência, inicial e final.
  • Relação do patrimônio (para os bens móveis – descrição do bem, número do registro patrimonial ou similar, quantidade, localização e valores unitário e total; para os bens imóveis – descrição do bem, documento de propriedade, localização, destinação e valor atualizado).
  • Relação dos materiais existentes no almoxarifado, com descrição dos materiais, unidades respectivas, quantidade em estoque e valores unitário e total.
  • Inventário dos bens patrimoniais.
  • Relação dos créditos não tributários.
  • Relação de fundos especiais.
  • Demonstrativo analítico da dívida ativa.
  • Relação de dívidas.
  • Demonstrativo da aplicação de recursos oriundos da venda de ativos.
  • Demonstrativo das despesas assumidas nos dois últimos quadrimestres do mandato.
  • Quadro de cargos em comissão e funções gratificadas.
  • Quadro de cargos de provimento efetivo.
  • Listagem de contratados por prazo determinado.
  • Relação dos servidores cedidos.
  • Demonstrativo da situação das folhas de pagamento.
  • Demonstrativo do recolhimento de encargos sociais e demais obrigações patronais.
  • Demonstrativo do sistema de atendimento à saúde dos servidores (se for o caso), da compensação previdenciária com o RPPS e com o RGPS e fundos próprios de outros Entes.
  • Demonstrativo do percentual da receita corrente líquida absorvido pela folha de pagamento.
  • Estatuto dos Servidores Públicos Municipais.
  • Legislação do Regime Próprio de Previdência e listagens da sua organização administrativa, se for o caso.
  • Demonstrativo financeiro do Fundo de Previdência e índices de comprometimento com a folha de inativos e, ainda, o último cálculo atuarial realizado com indicativos das alíquotas.
  • Planos de Carreira dos Servidores.
  • Lei Orgânica Municipal.
  • Regimento Interno da Câmara de Vereadores.
  • Lei da Estrutura Administrativa e Regimento Interno do Poder Executivo Municipal.
  • Lei de Parcelamento do Solo Urbano.
  • Códigos de Obras e Posturas Municipais.
  • Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano.
  • Código Tributário Municipal e legislação que o regulamente.
  • Regulamentos de transportes, feiras, limpeza pública, ensino, saúde, bibliotecas, parques, jardins e cemitérios e outros.
  • PPA, LDO e LOA (estes últimos do exercício financeiro vindouro).
  • Ações cíveis, trabalhistas e outras, constando números do processo, partes e juízo.
  • Precatórios, com números dos processos, partes e respectivo valor.
  • Contratos de obras e serviços firmados e em andamento.
  • Convênios, acordos, consórcios firmados ou dos quais o município participe.
  • Desapropriações em andamento, amigáveis e judiciais.
  • Os processos e os planos de aplicação dos auxílios e das contribuições estaduais e federais já iniciados e em andamento.
  • As prestações de contas a serem realizadas até o final do exercício e as que devam ser encaminhadas no primeiro trimestre do exercício vindouro.
  • Relação dos conselhos municipais existentes e sua composição, constando legislação, mandatos, conselheiros titulares e suplentes com sua qualificação, endereços e representação.
  • Leis municipais de incentivos fiscais e outros.
  • Leis municipais que criem obrigações cujo cumprimento precisa ser realizado mensalmente ou no primeiro trimestre do exercício.
  • Relação dos servidores em estágio probatório.
  • Relação dos concursos realizados ainda vigendo e relacionados por cargo.
  • Relação de concursados por ordem de classificação em cada cargo e que ainda não tenham sido admitidos.
  • Relação dos assuntos de interesse do município em tramitação nas esferas federal e estadual e, se possível, descrição da situação em que se encontram.
  • Relação dos servidores que ao longo de 2020 receberam algum benefício extra da administração por conta da atuação no enfrentamento da pandemia da Covid-19, mas que tiveram esses benefícios suspensos por força das determinações da Lei Complementar 173/2020.

Confira também, o material disponibilizado pela AROM com o passo a passo e Minutas de Decretos necessários para os trâmites de Transição de Governo Municipal.

Assessoria AROM

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

CRISE NA SAÚDE: Presidente do CREMERO não descarta ‘intervenção médica’ em hospitais do Estado

Publicado há

-

De acordo com Yaluzan, o Ministério Público também será acionado pelo CREMERO

Rondoniaovivo – João Paulo Prudêncio25 de Novembro de 2020 às 15:15

Atualizada em : 25 de Novembro de 2020 às 15:49

O presidente do CREMERO, Robinson Yaluzan, conversou com a imprensa no final da manhã desta quarta-feira (25) sobre a condição atual das unidades de Saúde geridas pelo Governo do Estado e que desde a última segunda-feira (23) estão sem o devido serviço de coleta de lixo hospitalar por conta do encerramento do contrato com a empresa responsável.
De acordo com Yaluzan, o CREMERO tomou conhecimento da situação através da imprensa e logo em seguida promoveu uma fiscalização no Hospital de Base, Cemetron e Cosme e Damião, onde ficou constatada a falta da coleta do lixo.
“Não nos interessa saber de forma alguma a questão contratual entre Sesau e empresa, mas sim o que a Sesau fará para restabelecer esse serviço?”, afirmou Robinson Yaluzan.
De acordo com Yaluzan, o Ministério Público também será acionado pelo CREMERO e caso a situação não se resolva conforme os prazos devidamente estabelecidos, uma interdição médica nas principais unidades de Saúde do Estado não está descartada.
“Faremos ampla divulgação de todos os nossos relatórios e se depois de todos os prazos dados, depois de todas as orientações, e a Sesau não nos informar adequadamente, colocando em risco não somente a população, mas os profissionais, infelizmente nós teremos que pensar na possibilidade de uma intervenção médica”, afirmou Robinson Yaluzan.
Ainda de acordo com o presidente do CREMERO, a interdição médica não é uma medida interessante para o conselho, e caso aconteça, os atendimentos essenciais serão mantidos nos hospitais por conta da pandemia.

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

Boletim Covid-19 Alto Paraiso, orientamos a toda comunidade sobre os cuidados de proteção individual como uso de mascaras.

Publicado há

-

Boletim Covid-19 Alto Paraiso, orientamos a toda comunidade sobre os cuidados de proteção individual como uso de mascaras, lavagens das mãos e uso de álcool em gel.

Com essas medidas poderemos proteger todos que amamos. Que Deus nos abençoe.

 

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

Edição 251 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia mas 2 caso em Alto Paraiso.

Publicado há

-

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado.

Nesta quarta-feira (25) foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Casos confirmados – 78.470
Casos ativos – 7.511 (9,57%)
Pacientes recuperados – 69.425 (88,47%)
Óbitos – 1.534 (1,96%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 156
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 2
Pacientes internados na Rede Privada – 65
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 26
Total de pacientes internados – 249
Testes Realizados – 252.297
Aguardando resultados do Lacen – 644

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 21 de março até hoje (25 de novembro), por Covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 25/11/2020
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS RECUPERADOS ÓBITOS
Porto Velho 36.744 29.771 804
Ariquemes 6.241 5.980 106
Vilhena 4.186 4.067 68
Ji-Paraná 3.837 3.655 92
Guajará-Mirim 3.279 3.136 91
Cacoal 2.835 2.705 41
Jaru 2.120 1.977 29
Rolim de Moura 1.860 1.804 23
Candeias do Jamari 1.648 1.509 32
Machadinho D’Oeste 1.630 1.569 10
Nova Mamoré 1.251 1.182 9
Ouro Preto do Oeste 1.194 1.025 29
Alta Floresta D’Oeste 952 915 13
São Miguel do Guaporé 930 899 17
Buritis 839 808 11
Chupinguaia 799 791 7
Pimenta Bueno 726 704 13
Espigão D’Oeste 626 609 12
Presidente Médici 594 560 13
Cujubim 530 467 8
Itapuã do Oeste 408 358 8
Alto Paraíso 402 378 8
Nova Brasilândia D’Oeste 355 344 4
Costa Marques 342 334 7
São Francisco do Guaporé 339 330 4
Monte Negro 295 289 4
Colorado do Oeste 291 242 4
Cerejeiras 279 271 6
Alto Alegre dos Parecis 221 205 9
Nova União 211 199 2
Pimenteiras do Oeste 209 201 6
Urupá 208 197 3
Campo Novo de Rondônia 188 172 6
Vale do Anari 164 154 1
Santa Luzia D’Oeste 160 156 1
Alvorada D’Oeste 160 148 7
Cabixi 141 130 5
Seringueiras 137 137 0
Rio Crespo 130 128 0
Mirante da Serra 126 119 3
Vale do Paraíso 121 84 2
Theobroma 119 118 1
Governador Jorge Teixeira 118 109 2
Castanheiras 89 82 3
Cacaulândia 86 84 0
São Felipe D’Oeste 83 80 1
Novo Horizonte do Oeste 70 69 1
Teixeirópolis 56 49 1
Corumbiara 48 45 3
Ministro Andreazza 40 34 1
Parecis 29 25 1
Primavera de Rondônia 24 21 2
Total geral 78.470 69.425 1.534

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para Covid-19:

MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 102 1
Ariquemes 2 1
Vilhena 6 0
Ji-Paraná 17 1
Guajará-Mirim 52 0
Cacoal 30 2
Jaru 1 0
Rolim de Moura 4 0
Candeias do Jamari 5 0
Machadinho D’Oeste 2 0
Nova Mamoré 0 0
Ouro Preto do Oeste 17 0
Alta Floresta D’Oeste 2 0
São Miguel do Guaporé 1 0
Buritis 0 0
Chupinguaia 2 0
Pimenta Bueno 6 0
Espigão D’Oeste 1 0
Presidente Médici 2 0
Cujubim 2 0
Itapuã do Oeste 0 0
Alto Paraíso 2 0
Nova Brasilândia D’Oeste 0 0
Costa Marques 1 0
São Francisco do Guaporé 1 0
Monte Negro 0 0
Colorado do Oeste 13 0
Cerejeiras 1 0
Alto Alegre dos Parecis 0 0
Nova União 0 0
Pimenteiras do Oeste 2 0
Urupá 3 0
Campo Novo de Rondônia 0 0
Vale do Anari 0 0
Santa Luzia D’Oeste 0 0
Alvorada D’Oeste 0 0
Cabixi 0 0
Seringueiras 0 0
Rio Crespo 0 0
Mirante da Serra 0 0
Vale do Paraíso 1 0
Theobroma 0 0
Governador Jorge Teixeira 0 0
Castanheiras 0 0
Cacaulândia 0 0
São Felipe D’Oeste 0 0
Novo Horizonte do Oeste 0 0
Teixeirópolis 2 0
Corumbiara 0 0
Ministro Andreazza 0 0
Parecis 1 0
Primavera de Rondônia 0 0
Total geral 281 5

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES

  • Hoje (25) foram registrados cinco óbitos por Covid-19 em Rondônia, dois em Cacoal, sendo uma mulher de 54 anos e um homem  de 46 anos de idade, uma mulher de 74 anos de Ji-Paraná, uma mulher de 68 anos de Ariquemes e um homem de 53 anos do município de Porto Velho.

OBSERVAÇÕES

A Agevisa reforça ainda que os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de saúde nos municípios, para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, através do endereço: coronavirus.ro.gov.br.

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

Taxa de ocupação de UTIs para covid-19 no Rio chega a 93%

Publicado há

-

Taxa de ocupação de UTIs para covid-19 no Rio chega a 93%

Se forem considerados também os municípios da Baixada Fluminense ao todo 146 pacientes aguardavam transferência para leitos especializados

O Rio voltou a ter um patamar preocupante de ocupação de leitos de UTI para o combate à covid-19. Nesta quarta-feira (25), a taxa de ocupação para tratamento intensivo da doença chegou a 93% na rede SUS. Os números englobam os leitos de unidades municipais, estaduais e federais

Se forem considerados também os municípios da Baixada Fluminense ao todo 146 pacientes aguardavam transferência para leitos especializados. Deste total, 73 eram para UTIs.

Além dos níveis alarmantes nas UTIs, a taxa de ocupação de leitos de enfermaria para tratamento do novo coronavírus na capital estão em 70%. Os dados são da SMS (Secretaria Municipal de Saúde).

Ao todo, a rede SUS da capital tinha na manhã dessa quarta 1.087 pessoas internadas em leitos voltados ao combate à covid-19, sendo 513 em UTI. Desse total, 541 pacientes estão em unidades de saúde do município, sendo 264 em UTIs.

Compartilhe
Continue Lendo

COVID-19

ALTO PARAISO: BOLETIM EPIDEMIOLOGICO 25/11

Publicado há

-

ALTO PARAISO: BOLETIM EPIDEMIOLOGICO 25/11

Fique por dentro!

Veja aqui as informações disponíveis sobre os gastos e as ações que o município de Alto Paraíso-RO vem desenvolvendo no combate ao novo Coronavírus.

http://www.altoparaiso.ro.gov.br/covid

As informações contidas nesta página são disponibilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Divisão de Vigilância em Saúde.

Última atualização em quarta-feira, 25 de novembro de 2020 – 12:49h

 

Compartilhe
Continue Lendo

Destaques

× Fale Conosco